Como resolver um anúncio reprovado no Google Ads

Ter um anúncio reprovado no Google Ads não é um problema atual. Contudo, com o advento de técnicas publicitárias em uma Internet cada vez mais filtrada, novas diretrizes de marketing surgem a todo momento – transformando o relacionamento regulado entre empresa e cliente em algo mais comum. Felizmente, há formas inteligentes de contornar esse problema e evitar um comprometimento de suas finanças empresariais.

Quer saber como resolver um anúncio reprovado no Google Ads, bem como todos os fatores por trás disso? Então continue lendo o artigo!

Saiba também: Quais são as principais métricas do Facebook Ads?

Por que o anúncio reprovado no Google Ads acontece

Um anúncio pode ser reprovado no Google Ads por inúmeros motivos. Se isso acontecer, o mais importante é entender que alguma parte dele não condiz com os requerimentos que o Google exige de seus anunciantes, seja qual for o seu conteúdo. Afinal, as violações de política estão disponíveis ao público em sua página oficial, então basta dar uma olhadinha por lá para ficar por dentro do básico.

Porém, o mero fato de ter um anúncio removido sem nenhuma cerimônia ainda é razão de aborrecimento, especialmente para pequenas e médias empresas que não têm tempo ou recursos suficientes para se dedicar a campanhas PPP (pay-per-click). Não há nada mais desanimador do que ver o fruto do seu empenho ir por água abaixo tão de repente.

O que podemos fazer para evitar esse transtorno, então? Bom, não se preocupe – você está no lugar certo para aprender as contramedidas. A seguir, separamos 12 características que fazem um anúncio ser tirado do ar, em ordem de prioridade:

  • Termos inapropriados: A primeira coisa é, claro, o bom senso. Lembre-se de nunca usar palavras relacionadas a conteúdo adulto, ofensas em geral, jogos de azar, produtos de alto risco (armas e fogos de artifício, por exemplo) e produtos falsificados. Não há exceções aqui.

  • Violação de direitos autorais: Assim como tudo na vida, o uso indevido de propriedade intelectual está fora de questão. Se o seu conteúdo estiver protegido por direitos exclusivos, seja em suas palavras ou visuais, o Google não terá escolha a não ser reprová-lo. Não é preciso dizer que plágios também se enquadram nessa categoria!

  • Telefone da empresa: A Google não aprova anúncios que contenham números de telefone. Se você quiser incluir o contato de sua empresa, a maneira certa de fazer isso é por meio de extensões de anúncio, que são feitas exatamente para essa finalidade e ainda aumentam sua taxa de cliques.

  • Conteúdo político desorganizado: Uma seção mais específica, mas extremamente delicada. Quando se trata se políticas eleitorais, a publicidade atrelada a alguma figura ou candidato só pode ser exibida com algumas restrições impostas pelo país em questão. No Brasil, você pode encontrar esses limites expressos no próprio site da empresa.

  • Frases superlativas: Nunca diga que os seus serviços ou produtos são os melhores do mercado, porque não são. O exagero e o sensacionalismo serão um ticket grátis para o abismo.

  • Excesso de caracteres: Fique atento à quantidade da sua escrita. Todo título de anúncio deve conter, no máximo, 25 caracteres, enquanto a URL de exibição e cada linha de descrição tem o limite de 35. Seja breve, preciso e direto em suas abordagens com o público!

  • Letras capitalizadas: Frases de chamariz ou grosseiras dão a impressão de que você está gritando, o que é bem desconcertante. Todavia, a única exceção para essa regra acontece com códigos promocionais (ex: CUPOMDESC10).

  • “Clique Aqui”: Aqui a reprovação é imediata. Usar a criatividade é a chave para fazer com que um consumidor em potencial clique no seu anúncio, gerando ainda mais impressão.

  • Pontos de exclamação: Cenário similar ao que acontece com o excesso de caracteres e letras maiúsculas, é necessário tomar cuidado com a frequência das pontuações chamativas. Geralmente, apenas um ponto de exclamação é permitido – porém nunca no final do título.

  • URL inconsistente: Por motivos evidentes de localização, o domínio raiz deve ser igual tanto na URL de exibição como na URL de destino final.

  • Geolocalização: Também conhecida popularmente como GeoIP, essa ferramenta permite que o seu site seja visualizado apenas nas áreas geográficas que você determinar. Nesses casos, limitar o seu anúncio a visitantes específicos também é proibido.

  • Termos médicos e científicos: O uso de palavras relacionadas à saúde em geral, incluindo termos físicos, químicos e farmacêuticos, é permitido apenas a empresas com autorização oficial da Google.

Como identificar um anúncio reprovado no Google Ads

Com tudo isso dito, talvez você esteja até se perguntando se a sua empresa possui algum anúncio reprovado no Google Ads do qual você não ficou sabendo. Para solucionar um problema, primeiro é preciso saber identificá-lo – uma tarefa que pode parecer difícil quando há vários anúncios em jogo ao mesmo tempo.

Interface da Google Ads.

Felizmente, a própria Google é bem conveniente. Assim que qualquer conteúdo é reprovado, a empresa notifica o anunciante por meio de um alerta em e-mail ou, na maioria dos casos, em um painel que aparece na tela no segundo em que você faz login em sua conta.

Na notificação pela conta:

  • Na conta do Google Ads, visite a página “Anúncios e recursos“;
  • Clique no ícone de colunas do Google Ads acima da tabela de estatísticas e em “Modificar colunas“;
  • Clique em “Associação” na visualização em tabela;
  • Na seção “Atributos“, marque a caixa de seleção ao lado de “Detalhes da política“;
  • Clique em “Aplicar“.

Na notificação por e-mail:

  • Clique no botão “Consultar e corrigir problemas com a política” disponibilizado no e-mail;
  • Clique na opção “Ver anúncios” relacionada à política que você quer resolver;
  • Para verificar a situação de um anúncio ou recurso, consulte a coluna “Status“. Se você passar o cursor sobre cada status, terá acesso a uma explicação mais detalhada da violação da política;
  • Clique em “Ler a política” abaixo do motivo da reprovação para saber como corrigir o anúncio.

Em ambos os avisos, a decisão é fundamentada com motivos específicos, então é necessário analisar todos os detalhes por trás da reprovação para ver o que está acontecendo. Ao ter uma ideia – use a seção anterior deste artigo como referência – é possível tomar algumas medidas para tentar resolver o problema.

Leia também: Google Ads x Facebook Ads – Qual é o melhor?

Como resolver um anúncio reprovado no Google Ads

Existem três formas simples de recuperar um anúncio reprovado: contestando a decisão do Google, corrigindo os erros apontados e, em último caso, ligando para o suporte online. De toda forma, é sempre importante ter em mente que nada é o fim do mundo e, com paciência, seus esforços podem ser salvos com 99% de aproveitamento.

Exemplo de contestação.

Contestar a decisão sobre políticas

Em primeiro lugar, caso você não seja um iniciante nas campanhas do Google Ads, é bem provável que sua abordagem de anúncio tenha sido precisamente calculada – e que você discorde da decisão “precoce” da empresa. O que fazer para expressar a sua opinião, então?

Para contestar uma violação de política dentro do próprio sistema, siga o tutorial a seguir:

  • Na coluna “Status” do link patrocinado em questão, passe o cursor sobre o status e clique em “Contestar“;
  • Na opção “Motivo para contestar”, selecione “Quero contestar a decisão”;
  • Em “Contestar o seguinte”, selecione os anúncios que você quer contestar;
  • Após preencher a crítica, clique em “Enviar”.

Corrigir o anúncio para seguir as diretivas

Evidentemente, a resolução mais simples é corrigindo o seu anúncio. Ao adaptar o conteúdo rejeitado para os padrões aceitos, o sistema da Google vai, de modo automático, enviá-lo para aprovação interna mais uma vez, sem que você precise se preocupar com qualquer protocolo. Assim, é só fazer a mudança e esperar.

Ligar para o suporte do Google Ads

Como mencionamos antes, ter um anúncio reprovado no Google Ads pode acarretar situações prejudiciais ao desempenho financeiro e produtivo de sua empresa – então pode ser do seu interesse resolver isso o quanto antes.

Se as duas soluções anteriores não demonstrarem eficácia pelos dois dias seguintes, a única alternativa restante é ligar para o número de suporte da empresa, por onde é possível falar diretamente com um agente oficial da plataforma. O telefone está localizado no ícone de interrogação no canto direito superior da tela inicial da sua conta. 

Como verificar o status da sua reclamação

Após fazer tudo do jeito certo, é necessário aguardar uma resposta – a qual, dependendo do nível de gravidade, pode vir de forma rápida ou lenta. Ainda assim, a Google costuma ser cordial e eficiente em suas operações, portanto fique de olho para qualquer atualização ao longo dos próximos dias.

Uma vez contestado, o status do seu anúncio pode ser visto seguindo os passos abaixo:

  • Na sua conta do Google Ads, clique no ícone de ferramentas;
  • Clique em “Solução de problemas” e, depois, em “Gerenciador de políticas“;
  • Na guia “Histórico de contestação“, você encontra detalhes de todos os anúncios que contestou;
  • A coluna “Status” mostra como o processo de análise está, podendo variar entre:

Revisão concluída: a análise foi finalizada. Confira a coluna “Resultados” para mais detalhes.
Em andamento: a contestação está em análise, então volte em 24 horas.
Não revisado: a contestação ainda não foi analisada.

Obtenha resultados lucrativos com a Laços!

Caso ainda tenha dificuldades com qualquer tipo de operação relacionada ao Google Ads, lembre-se que você pode sempre contar com a ajuda de profissionais experientes no ramo de publicidade e tráfego pago. Nossos artigos são úteis para ensinar conceitos na teoria, mas a verdade é que colocá-los em prática pode ser uma tarefa um pouco mais complexa.

Na Laços, nossa equipe está disposta a ajudá-lo com estratégias de Google Ads – e ainda lhe oferecendo serviços especializados de marketing digital, que abrange inúmeras áreas de atividade para fazer sua marca crescer do jeito certo.

Portanto, marque uma reunião online gratuita com a gente! Vamos conhecê-lo melhor, discutir ao vivo sua estratégia ideal e, claro, apresentar nossa proposta para executá-la. Podemos até analisar seus anúncios atuais de graça – não tenha mais problemas técnicos e dobre seus lucros ao longo do caminho!

FACEBOOK
TWITTER
WHATSAPP
EMAIL
IMPRIMIR

deixe um comentário

Tópicos

pesquisar por tópicos

receba novidades por email